cigarro1

Médicos afirmam que é mais fácil para os jovens largar o cigarro

Uma boa notícia para os pais preocupados com os filhos que começaram a fumar. Os médicos afirmam que, para os jovens, é mais fácil deixar o vício e ensinam como agir.

Elas só estão perto porque o cigarro está longe. A mãe nunca fuma ao lado da filha. “Tira o tempo para eu ficar com ela. O tempo que eu poderia ficar mais com ela, eu vou lá pra fora fumar dois, três cigarros”, conta a geógrafa Maria Giralde.

Esse é só um dos motivos que levam Maria a querer parar de fumar. Ela se preocupa principalmente em virar um mau exemplo para Clara. “Eu gostaria que eu mesma parasse e fosse como o cigarro não tivesse nunca existido na nossa casa”.

Para resolver esses dramas que envolvem pais, filhos e cigarro, o Hospital do Câncer, em São Paulo, recomenda terapia. Após analisar vários estudos sobre fumantes, os médicos concluíram que os papéis da mãe e do pai são fundamentais para manter o filho longe do vício e como fazer isso corretamente, eles passaram a ensinar de graça.

Primeiro, cada um conta o seu problema. A aposentada Antônia do Monte tem cinco filhos, quatro são fumantes como ela. “Tem que arrumar um meio de eu parar e todos eles também”.

A psiquiatra Célia Costa tenta saber mais detalhes da vida familiar. “Seu filho fuma dentro de casa?”. E depois aconselha: os pais têm que dar o exemplo e parar de fumar. Precisam mostrar claramente que são contra o cigarro, incentivar alimentação saudável e prática de esportes e não desanimar ao ver os filhos dar as primeiras tragadas.

“É muito simples de a gente fazer com que pare, porque a dependência química não se instalou ainda, a psicológica ainda está distante, o condicionamento em relação ao cigarro não existe. Então é muito fácil de fazer com que pare”, ensina Célia.

 Fonte: http://jornalnacional.globo.com/Jornalismo/JN/0,,AA1641631-3586,00.html

Consultório
Rua Martiniano de Carvalho, 864 – Cj 907
Bela Vista
Próx. ao Metrô Vergueiro (200m.) e Shop. Paulista (200m.)
São Paulo
Fone: (11) 3481-0197
E-mail: psicoclinicas@yahoo.com.br
Site: http://sites.google.com/site/psicoclinicas/

Anúncios